Oração:

video
ORAÇÃO SECRETA:

ONDE ORAR? O LUGAR
“Quero que os homens orem
em todo o lugar, levantando mãos santas,
sem ira nem contenda”. I Timóteo 2:8.
O local e a posição ocupam lugar secundário.
O fundamental para Deus é a motivação e a intenção do coração.
Vejamos agora o lugar designado por Jesus como o quarto:
“E tu, quando orares, entra no teu aposento,
fechando a tua porta, e ora a Teu Pai...”. Mateus 6:6.
Jesus está mostrando um tipo de oração estrutural, a oração secreta, individual, a oração ouvida somente por Deus, ninguém mais a escuta, somente você e Deus. Esta é uma oportunidade única na vida de um crente.
O momento de dedicação à oração individual, é uma oportunidade que temos de ser o que somos, podendo apresentar-nos a Deus sem as máscaras que, tantas vezes, encobrem a nossa verdadeira identidade.
Este é o melhor momento e o melhor lugar para o exercício da humildade, da sinceridade e da purificação da fé. A perseverança e a dedicação a esse tipo de oração secreta, longe das pessoas, é que formará a estrutura de uma fé genuína e vigorosa que levará o servo de Deus a alcançar uma vida plena. Chamamos de “vida de oração” um estado que pode ser atingido, a medida que alguém cresce no conhecimento e na intimidade com Deus. A pessoa já não se contentará com momentos especiais ou com aquelas habituais e apressadas orações feitas às refeições ou ao dormir. A oração passará a ser indispensável, à vida da alma, como o ar puro, a água e o alimento, são indispensáveis à vida do corpo.
Ter uma vida de oração é saciar a sede da alma; é gostar de conversar sobre os assuntos espirituais, é desejar a companhia de pessoas que estejam no mesmo espírito, é aprovar o que Deus aprova e abominar o abominável.
Uma outra lição, aprendida com Francis, foi a de tomar posse e receber a bênção de Deus, todas as manhãs.
Praticando esses exercícios espirituais a pessoa poderá alcançar o domínio sobre a sua mente:
Ao acordar, conduza o seu pensamento para o alto. Enquanto se espreguiça, louve a Deus, em espírito, com um salmo ou um versículo, um cântico, ou sem palavras, apenas um movimento interior. Ainda deitado, levante os braços e receba a bênção de Deus sobre cada parte do seu corpo.
Declare a sua fé na obra da Cruz, creia e se inclua nessas bênçãos. Jesus levou nossas enfermidades, dores e sofreu o castigo que nos traz a paz. Receba tudo aquilo que Deus tem preparado para você, a cada dia, tanto as correções como os ensinamentos do Espírito.
Vista a armadura do soldado cristão: o capacete da salvação, o escudo da fé, a espada da palavra, os sapatos do evangelho da paz, e só então, comece o seu dia.
São muitas as libertações que podemos receber, quando experimentamos estes exercícios, onde o físico e o espiritual estão interligados. Dores nos pés nas mãos, na coluna cervical, dorsal e lombar, problemas intestinais, má digestão, insônia, vão desaparecendo, lentamente, na medida da nossa perseverança.
Paulo Renato, poeta, compositor e cantor de belos cânticos como “Gênesis”, “Jesus, Tu és meu grande bem”, “A vida que Cristo oferece”, “Oh! Profundidade das riquezas” e outros, foi participante da Comunidade S8 por cerca de 10 anos.
Um de seus cânticos, “Cada manhã”, fala desse assunto:
Cada manhã eu sinto a presença de Deus,
Cada manhã Jesus me ensina a viver.
Cada manhã com Cristo, eu sou mais feliz,
Cada manhã Jesus se revela pra mim.
Como em cada dia o sol, me aquece com sua luz,
Jesus assim me aquece, com o seu amor!
Jesus assim me envolve, com o seu perfeito amor!
Na perseverança, vamos alcançando vitórias sobre a nossa inquietação natural e sobre a nossa insatisfação; vamos aprendendo a exercer o domínio sobre nossas emoções, sobre nossa mente e sobre a nossa própria vontade e, ao mesmo tempo, vamos adquirindo sensibilidade e discernimento para ouvir e entender a voz de Deus.
Estar a sós com Deus são momentos em que podemos sentir a alegria e o consolo da presença do Espírito; as revelações sobre a aplicação da Palavra em nossa vida e, ainda, provar a fidelidade e a bondade de Deus no cumprimento de suas promessas.
O quarto, neste texto, muito mais do que um compartimento da casa, é o lugar recôndito da comunhão com Deus.
Podemos entender que até no meio da multidão, o crente pode estar “no seu quarto” e ter comunhão com o Pai.
Orar é desligar-se da terra e ligar-se ao céu, sempre que se fizer necessário, em qualquer momento, em qualquer lugar.


























































































































































































































































Nenhum comentário:

Postar um comentário